Tudo que você precisa saber sobre terpenos

Um guia introdutório com tudo o que você precisa saber sobre os terpenos.

0
277

O aroma da cannabis é inconfundível: a maioria das pessoas pode sentir seu cheiro antes mesmo de vê-la. Terpenos, os compostos aromáticos que determinam o aroma de muitas flores e ervas, conferem à cannabis seu odor característico e contribuem para o seu sabor.

A cannabis contém mais de 150 tipos de terpenos. Embora a maioria dos terpenos esteja presente apenas em quantidades vestigiais, os mais proeminentes se unem para dar as diferentes strains de cannabis seus perfis de aroma característicos.

Além de fornecer cannabis com seu aroma, os terpenos também possuem diversas funções na planta e podem produzir uma série de efeitos terapêuticos e de alteração de humor nos consumidores de cannabis.

De onde vêm os terpenos?


Terpenos são compostos naturais encontrados nos tricomas de plantas de cannabis femininas. Os tricomas são glândulas pegajosas e translúcidas que cobrem a superfície dos botões e, em quantidades muito menores, nas folhas e caules. Criticamente, os tricomas contêm glândulas de resina que produzem terpenos.

Os terpenos desempenham um papel integral no crescimento e sobrevivência de uma planta de cannabis. Além de produzir aromas distintos, esses compostos orgânicos também enriquecem a cor e a pigmentação nas folhas, e contribuem para o sabor da cannabis. Em suma, os terpenos ajudam a aumentar a atratividade da planta para alguns seres vivos, enquanto repelem outros que podem causar danos.

Certos terpenos como o geraniol, por exemplo, repelem insetos ou herbívoros que podem querer comer a planta. Outros terpenos, como terpinoleno e linalol, atraem insetos e outras pequenas criaturas que podem ajudar a espalhar o pólen. Esses compostos aromáticos apoiam o sistema imunológico da planta, transmitindo informações sobre o ambiente, protegendo as plantas de estressores e patógenos e ajudando na sua imunidade.

Diversas variáveis afetam a quantidade de terpenos que uma planta de cannabis produz. Fatores como se a planta é cultivada ao ar livre ou em ambientes fechados, exposição à luz, temperatura, certos meios de cultivo, níveis de nutrientes e quando a colheita é realizada podem influenciar os níveis de terpenos.

Muitos terpenos são compostos voláteis, o que significa que eles são facilmente perdidos durante os processos padrão de extração de cannabis. No entanto, a crescente conscientização sobre o valor terapêutico dos terpenos está levando a métodos de extração mais sensíveis, para preservá-los.

Como os terpenos afetam o corpo?

A sabedoria da aromaterapia não é nova. Nós, como seres humanos, já utilizamos os efeitos positivos dos terpenos de outras plantas, como a lavanda, que contém linalol e é um excelente calmante natural. Da mesma forma, terpenos em certas strains de cannabis podem aumentar seus efeitos.

Atualmente, cientistas estão estudando os benefícios dos terpenos para além da aromaterapia. Estudos pré-clínico identificaram uma lista de benefícios:

Antiviral
Os pesquisadores estão sempre em busca de novos compostos antivirais. Muitos terpenos podem mostrar fortes habilidades para ajudar a matar vírus, incluindo alfa e beta-pineno, cariofileno, cânfora e carvona.

Anticancerígeno
Alguns terpenos, incluindo aqueles encontrados na cannabis, podem exibir atividade anticancerígena, ajudando a inibir a atividade ou o crescimento de células cancerígenas.

O limoneno pode representar um agente anticancerígeno e antitumoral particularmente notável, juntamente com outros terpenos, como pineno, cânfora, terpineno e beta-mirceno. Um potencial benefício único dos terpenos é que eles podem ser improváveis de afetar células saudáveis ou causar efeitos colaterais – algo importante para os tratamentos contra o câncer.

Antidepressivo
Cerca de 25% dos medicamentos antidepressivos são formulados usando extratos de ervas que contêm terpenos. Linalol e beta-pineno são comuns entre muitos extratos de plantas utilizados na medicação antidepressiva.

Antimicrobiano
Uma vasta gama de terpenos pode exibir atividade antimicrobiana ou a capacidade de deter um microrganismo prejudicial em suas trilhas. Terpenos que podem ajudar a matar ou parar a progressão de microrganismos incluem alfa-bisabolol, geraniol, mentol, eucaliptol e terpinoleno.

Alívio da dor
Os pesquisadores descobriram que alguns terpenos de cannabis podem imitar os canabinóides, criando um efeito de alívio da dor, como o humuleno, geraniol, linalol e β-pineno. O estudo também descobriu que esses terpenos ativam os receptores CB1 do corpo, que fazem parte do sistema endocanabinoide e influenciam a percepção da dor.

Top 3 mais importantes terpenos da Cannabis

Mirceno
A maioria dos cultivos cannabis é dominantemente mirceno ou cariofileno. O mirceno, um terpeno que também é predominante no lúpulo e no capim-limão, tem sido descrito como fornecendo notas olfativas que são herbáceas, picantes, terrosas e almiscaradas. O mirceno dá à cannabis um perfil de sabor levemente doce – também é encontrado em mangas.

Além de contribuir para o aroma característico da cannabis, o mirceno também pode proporcionar efeitos anti-inflamatórios. Um estudo de 2015 em células cultivadas indica que o mirceno pode efetivamente reduzir a inflamação associada à osteoartrite.

O terpeno também pareceu ajudar a prevenir a quebra das células da cartilagem, retardar a progressão da osteoartrite e diminuir a produção de certas células inflamatórias produzidas pelo corpo. O mirceno poderia ser aproveitado para ajudar a aliviar doenças anti-inflamatórias e seus sintomas.

Cariofileno
O cariofileno, também conhecido como beta-cariofileno ou β-cariofileno, empresta uma mordida picante e apimentada a algumas strains de cannabis. O cariofileno também é encontrado em outras plantas, como cravo, alecrim, orégano e pimenta-do-reino.

O cariofileno é o único terpeno conhecido encontrado na cannabis que pode se ligar ao receptor CB2 no sistema endocanabinóide, que é encontrado no sistema imunológico do corpo. Graças a esta ação única, o cariofileno às vezes também é classificado como um canabinóide atípico.

Pesquisas sobre as ações terapêuticas do cariofileno mostram que ele tem potencial para aliviar os sintomas em diversas condições, como colite, diabetes, isquemia cerebral, ansiedade e depressão, fibrose hepática e doenças semelhantes a Alzheimer.

Pesquisas futuras sugerem que a atividade do cariofileno no receptor CB2 pode ser aproveitada para ajudar a tratar condições que são acompanhadas por sintomas inflamatórios.

Limoneno
Aromas cítricos limpos, frescos e edificantes – o nome do limoneno é uma dádiva para os aromas associados a este terpeno. O limoneno é encontrado nas cascas de frutas cítricas e gengibre, e o terpeno também é predominante em muitas strains de cannabis que têm um aroma frutado e fresco.

O limoneno parece alterar a maneira como certas células do sistema imunológico do corpo se comportam, o que pode proteger o corpo de uma série de distúrbios. Em um estudo, o limoneno ajudou a aumentar a produção de células produtoras de anticorpos no baço e na medula óssea, que são usadas pelo sistema imunológico para identificar e neutralizar bactérias e vírus patogênicos.

Fontes: Leafly, ScienceDirect


Quer saber mais sobre Terpenos? Se inscreva na primeira universidade canábica do Brasil! São 8 cursos de Cannabis, desde cultivo à mercado de trabalho, ministrados por professores especializados. Saiba mais em https://www.ganjatalksuniversity.com/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.