Estudo conclui que cogumelos são “a droga recreativa mais segura”

Pesquisa feita com mais de 120 mil pessoas afirma que cogumelos podem ser mais seguros até do que a maconha.

0
373

Em novembro de 2022 foi aprovado no Colorado a descriminalização da posse, cultivo e compartilhamento de cinco psicodélicos para uso pessoal; sendo eles: psilocibina e psilocina (cogumelos), dimetiltriptamina (DMT), ibogaína e mescalina, para aqueles com 21 anos ou mais. A iniciativa também legalizará “centros de cura” que são licenciados pelo Departamento de Agências Reguladoras do estado, onde pessoas com 21 anos ou mais podem comprar, consumir e tomar psicodélicos sob supervisão. Espera-se que este programa de centro de cura comece em 2024.

Desde sua primeira votação, em março deste ano, outros estados dos EUA começaram a ensaiar a descriminalização dos cogumelos. Apenas seis países do mundo listam a psilocibina e a psilocina como “drogas recreativas legais”, incluindo Brasil, Canadá e Holanda.

Mas os estudos sobre a psilocibina e a psilocina utilizada de forma medicinal não param de crescer. Os cogumelos podem ajudar a tratar certos casos de ansiedade, depressão e até no tratamento de vícios, entre outros benefícios já comprovados cientificamente.⁠

Como se precisássemos de mais alguma razão para legalizar os cogumelos de uma vez por todas, uma pesquisa feita com cerca de 120.000 pessoas em 50 países afirma que os cogumelos mágicos são a droga recreativa comum mais segura para usar.

Mais de 12.000 entrevistados disseram ter usado cogumelos, e apenas 0,2% deles precisaram de cuidados médicos de emergência depois, uma taxa que era cinco a seis vezes menor do que LSD, cocaína, MDMA e álcool, e três vezes menor do que a maconha.⁠

É importante ressaltar que isso não significa que você possa utilizar o quanto quiser. Os cogumelos, assim como qualquer outra substância que altere a percepção e consciência, deve ser usado de forma controlada.

Para saber mais sobre a história dos cogumelos clique aqui.

Fonte: The Guardian

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.