O mercado legal da cannabis não para de crescer.

Os mercados legais de cannabis dos Estados Unidos geraram cerca de US$ 2,8 bilhões em impostos especiais de consumo no ano fiscal de 2022 (julho de 2021 a junho de 2022), de acordo com uma análise realizada pelo The Urban-Brookings Tax Policy Center.

Atualmente, dos 50 Estados do país, 37 (e Washington D.C.) legalizaram o uso medicinal e, destes, 19 permitem o uso adulto (Washington D.C. também).

A Califórnia arrecadou o maior volume de receita de impostos especiais sobre consumo (US$ 774 milhões), enquanto o Alasca arrecadou o menor valor (US$ 30 milhões).

Nos dois Estados com os mercados de cannabis para uso adulto mais maduros – Colorado e Washington (legalizaram em 2012) – as receitas fiscais de consumo de cannabis ultrapassaram as arrecadadas com a venda de álcool e tabaco.

“A experiência do Colorado e de Washington demonstra que um Estado pode arrecadar uma quantia significativa de receita com impostos sobre a maconha e que a arrecadação deve aumentar principalmente com o tempo”, escreveram os autores do relatório.

A análise não considerou receitas adicionais geradas por impostos estaduais sobre vendas e/ou impostos locais sobre produtos de cannabis.

Mas, uma análise de abril, realizada pelo Marijuana Policy Project, estimou que o total de receitas tributárias estaduais, derivadas da venda no varejo de produtos de cannabis para uso adulto, cresceu mais de 30% entre 2020 e 2021, totalizando mais de US$ 3,7 bilhões só no ano passado.

Quer ficar por dentro do mercado cannabis? Se inscreva no Ganja Talks University e tenha acesso a informações e conteúdos sobre a Green Rush.

Fonte: NORML

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.