Seguindo a tendência dos dispensários de maconha, agora estão surgindo os dispensários de cogumelos mágicos no Canadá.

(Imagem: reprodução Daily Hive)

Shroomyz é um dispensário de cogumelos mágicos localizado em Toronto, Canadá.

O primeiro dispensário foi aberto em Ottawa, também no país canadense, no início deste ano. O dispensário de Toronto é o segundo da Shrommyz, mas o primeiro do tipo na cidade.

Dispensários de cogumelos no Canadá

Com a psilocibina sendo o novo ”mercado cinza” no Canadá, vários dispensários de cogumelos mágicos já existem no país.

A primeira loja do tipo a abrir no país foi o ”Medical Mushroom Dispensary”, de Dana Larsen, que iniciou suas operações em Vancouver, em 2020. Além dos cogumelos mágicos, também vende LSD para fins medicinais.

Depois disso, diversos outros dispensários abriram pelo Canadá.

Proposta medicinal

Segundo Bruce, gerente regional, afirma que a proposta da Shroomyz é medicinal, afirmando, ainda: ”É um protesto médico”.

Isso quer dizer que a loja funciona como um protesto contra as injustas leis médicas canadenses.

O Canadá já conta com um amplo ecossistema (de empresas, ativistas, pacientes, pesquisadores, médicos e pessoas da área da saúde) focado nos psicodélicos como terapia.

Alberta, inclusive, acaba de se tornar a primeira província do país a regulamentar essa área.

Portanto, as leis estão em processo de mudança. Esse ecossistema já está pressionando o governo dizendo que o acesso restrito à psilocibina como medicamento é uma infração da Carta Canadense de Direitos e Liberdades.

Então, a Shroomyz surge como uma reação positiva para facilitar o acessos aos cogumelos mágicos, com foco no uso medicinal.

O dispensário conta com uma grande variedade de cogumelos com psilocibina, além de cápsulas de microdoses, chocolates e chás infusionados com os cogumelos mágicos.

Embora eles não cultivem seus próprios produtos, eles têm suas próprias embalagens com a marca Shroomyz e também armazenam outras marcas na loja (todas 100% canadenses), atuando e operando como uma loja de varejo de cogumelos mágicos, fornecendo às pessoas essa medicina.

A lógica, portanto, é a mesma de um dispensário de maconha.

Como funciona

Como outros dispensários de cogumelos mágicos, o Shroomyz exige que todos os clientes provem que têm mais de 19 anos de idade e preencham um formulário de admissão médica e liberação de responsabilidade, que solicita que você se identifique e auto-diagnostique uma condição médica que a psilocibina poderia ajudar.

As condições do menu incluem Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH), Transtorno do Estresse Pós-Traumático (TEPT), depressão, insônia, entre outras condições.

O formulário também inclui um contrato a ser assinado, especificando que Shroomyz só vende produtos para fins médicos, e que eles não devem ser usados ​​para recreação, além de estabelecer que o cliente entende que a “base científica para o uso médico da psilocibina ainda não foi estabelecida”.

Ao preencher o formulário, o cliente é registrado como membro do dispensário e pode fazer compras no Shroomyz. Esse formulário de responsabilidade e autodiagnóstico é suficiente para permitir que ela venda os produtos como remédio, fazendo o papel de intermediário.

Antes da legalização da cannabis no Canadá, os dispensários de maconha operavam da mesma forma.

Apesar do prefeito de Ottawa, Jim Watson, dizer à CBC que “se é ilegal, eles não deveriam estar operando e deveriam ser fechados o mais rápido possível”, os dispensários do país continuam operando e prosperando.

A lei sobre psicodélicos no Canadá

Como mencionado, trata-se de um mercado cinza. Pode-se dizer que os dispensários conseguem atuar em um vácuo legal, já que as leis sobre psicodélicos no país podem parecer vagar.

Oficialmente, a psilocibina foi designada como substância controlada proibida em 1974: “A produção, venda e posse de cogumelos mágicos são ilegais no Canadá”. Eles são considerados uma substância da Classe III, o que significa que são definidos como tendo um baixo potencial de abuso e risco moderado de dependência.

Assim, a posse e consumo de psilocibina para uso pessoal ou recreativo é ilegal no Canadá.

No entanto, em alguns casos, “com o apoio de um profissional de saúde regulamentado”, pode ser possível que as pessoas acessem legalmente a psilocibina para uso médico, geralmente de três maneiras:

  • ensaio clínico
  • Programa de Acesso Especial do Health Canada
  • isenções individuais da subseção 56(1) da Lei de Drogas e Substâncias Controladas (CDSA).

O Programa de Acesso Especial permite que profissionais de saúde aprovados solicitem acesso a medicamentos “que se mostraram promissores em ensaios clínicos ou foram aprovados em outros países”, mas ainda não foram autorizados ou legalizados no Canadá.

Apenas alguns profissionais regulamentados podem solicitar medicamentos como a psilocibina para seus pacientes e também devem atender alguns requisitos.

Se um pedido de psilocibina for aprovado, um fabricante receberá uma Carta de Autorização que permite vender legalmente o medicamento ao médico.

A Optimi Health, baseada na Colúmbia Britânica, é um desses fabricantes, licenciada pela Health Canada para produzir cogumelos psicodélicos e funcionais naturais, escaláveis ​​e acessíveis, bem como formulações sintéticas para experiências humanas transformacionais. Em agosto, eles lançaram o primeiro produto terapêutico natural de psilocibina do Canadá em forma de cápsula, o Blue Serenity.

Da mesma forma, as isenções da subseção 56(1) para acesso à psilocibina médica são autorizadas caso a caso, com vários fatores, como condição médica, evidência de uso de psilocibina para tal condição médica, disponibilidade de ensaios clínicos… Cabe ao Ministério da Saúde conceder a isenção.

A expectativa é que, em breve, todas as províncias do Canadá comecem a adotar medidas para regulamentar esse acesso.

No futuro, espera-se que o país legalize os psicodélicos, assim como a maconha.

Fonte: Psychedelic Spotlight

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.