A cannabis apresenta muitos potenciais terapêuticos para uma diversidade de condições de saúde. Confira os tratamentos mais comuns realizados com a maconha.

Pesquisadores da Escola de Medicina da University of California San Diego relatam que adultos mais velhos usam cannabis para fins medicinais para tratar, principalmente, dor, distúrbios do sono e condições de saúde mental, como ansiedade e depressão.

Os pesquisadores realizaram um estudo, publicado no Journal of the American Geriatrics Society, entrevistando 568 pacientes que fazem uso da maconha para fins medicinais. Dor, insônia e ansiedade foram os motivos mais comuns para o uso de cannabis e, em sua maioria, os pacientes relataram que a cannabis estava ajudando a resolver esses problemas, especialmente com insônia e dor.

Outra descoberta interessante do estudo é que novos usuários de cannabis adultos são mais propensos a usar a planta por razões médicas do que por recreação.

A forma de uso entre estes novos usuários costuma ser topicamente, como cremes, ao invés de fumar ou ingerir maconha como comestível.

Cannabis para dor

Existem diferentes tipos de dor, mas as propriedades da maconha podem contribuir das seguintes formas:

  • A planta contém compostos anti-inflamatórios
  • THC e beta-cariofileno (terpeno da cannabis) têm efeitos analgésicos
  • O CBD pode ajudar a mudar a forma como os sinais de dor são processados
  • O CBD também “desliga” o receptor vanilóide, ajudando a reduzir a dor e a inflamação

Cannabis para insônia

A cannabis pode ajudar a tratar a insônia porque:

  • Os endocanabinóides desempenham um papel significativo na regulação do ciclo sono-vigília
  • A cannabis contém canabinóides e terpenos que relaxam e contribuem para o sono
  • O CBD ajuda a reduzir o estresse e o desconforto da inflamação normal, dois problemas que dificultam o sono

Cannabis para ansiedade

A maconha pode ser benéfica para ansiedade porque:

  • A planta contém canabinóides e terpenos que reduzem o estresse, contribuindo para diminuir a ansiedade
  • O CBD pode melhorar o fluxo sanguíneo no cérebro, o que ajuda a diminuir os níveis de ansiedade
  • O beta-cariofileno tem como alvo os receptores CB2, ajudando a reduzir a ansiedade
  • Baixas doses de THC podem ajudar a reduzir a ansiedade

Um ponto importante em relação à ansiedade é que para algumas pessoas que sofrem com crises de ansiedade, que podem potencialmente se transformar em algum tipo de pânico, o uso da maconha, ainda que de forma terapêutica, precisa ser feito com acompanhamento médico.

Apesar de estudos mostrarem que essas são as formas mais comuns de uso terapêutico da maconha, muitas outras condições de saúde são beneficiadas com o tratamento através da cannabis, como:

  • epilepsia (já foi comprovado que a maconha tem propriedades anti-convulsionantes)
  • esclerose múltipla
  • depressão
  • transtorno do estresse pós-traumático (TEPT)
  • doenças neurodegenerativas (como Alzheimer e Parkinson)
  • náusea
  • glaucoma
  • e muitas outras…

Se você tem alguma condição de saúde e gostaria de iniciar um tratamento medicinal com cannabis, acompanhe a Clínica Who is Happy, que estará disponível em breve para facilitar o acesso à medicina canabinóide, de forma legal, no Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.