Quem já fumou um logo depois de acordar sabe que as sensações proporcionadas pelo baseado podem ser diferentes em relação à session outra hora do dia.

Entenda porque isso acontece!

wake&bake
(Imagem: reprodução Greencamp)

Em tradução literal livre, wake&bake significa ”acordar e chapar”. Essa prática pode ter efeitos diferentes quando comparada ao ato de chapar em outros horários do dia.

Acredita-se que consumir cannabis logo pela manhã é mais intenso do que fumar à noite, por exemplo.

Embora não haja muita pesquisa nessa área, uma teoria plausível é que a maconha é mais potente quando o corpo não precisou processar nenhum nutriente por muitas horas. Também pode ter algo a ver com o fato de você ainda estar grogue do sono.

Mas uma explicação mais intrigante tem a ver com o sistema endocanabinóide (SEC), responsável pela maioria dos efeitos da cannabis no nosso organismo. Este sistema consiste em endocanabinóides produzidos pelo nosso corpo, receptores de canabinóides da planta e enzimas especiais.

Pesquisas mostram que o SEC é afetado e também pode regular o ritmo circadiano do nosso corpo – o relógio interno de 24 horas que controla quando acordamos, sentimos fome e adormecemos.

Um estudo indicou que as quantidades de todos os três componentes do SEC – endocanabinóides, receptores e enzimas – flutuam ao longo do dia. Os níveis de anandamida (um dos dois principais endocanabinóides responsável pela sensação de felicidade, prazer e bem-estar) são três vezes maiores após acordar em comparação com imediatamente antes de dormir.

Um estudo semelhante sobre o 2-AG, o segundo endocanabinóide principal do SEC, relatou concentrações mais baixas durante o sono, seguidas por um rápido aumento pela manhã e um pico no início e no meio da tarde.

É possível que essa flutuação diária do sistema endocanabinóide seja responsável pelos efeitos mais fortes do wake&bake, mas são necessárias mais pesquisas para entender melhor como aplicar essas informações.

Prós e contras do wake&bake

Claro que a decisão de acordar e chapar é individual de cada um. Para diferentes pessoas, o wake&bake funciona de diferentes formas.

Mas, ao decidir se vai adotar a prática ou não, é interessante entender os possíveis efeitos.

  • Eleva o humor para começar bem o dia
  • Mais fácil de sair da cama
  • O café da manhã é mais gostoso
  • Mais forte do que fumar depois

Enquanto isso, os contras em potencial são:

  • Ficar cansado ou sonolento no início do dia
  • Diminuir a produtividade e se distrair
  • Mais fácil de construir um hábito diário e tolerância

Um estudo de 2016 até explorou os efeitos negativos da prática.

Partindo da ideia de que o consumo matinal de cannabis pode indicar dependência e problemas relacionados ao abuso, os pesquisadores entrevistaram usuários diários, 257 dos quais fumavam apenas pela manhã e 76 que fumavam apenas no final do dia.

Depois de observar a frequência, a quantidade e o momento do uso de cannabis, os participantes do estudo preencheram um questionário destinado a medir os problemas associados à cannabis.

Este questionário incluiu 14 questões sociais, de trabalho, psicológicas e médicas causadas pelo uso de cannabis, como menor produtividade e abstinência.

Usando análise estatística, os pesquisadores descobriram que os usuários matinais tinham mais problemas associados ao uso de maconha do que os não matutinos, incluindo maior consumo diário, aumento do risco de abstinência e aumento do número de problemas pessoais.

Eles concluíram que os usuários diários de cannabis se beneficiariam ao evitar o uso matinal.

Mas, como mencionado, o wake&bake é uma prática que funciona para muitas pessoas, portanto, cabe a cada um entender se é algo que ajuda ou atrapalha a rotina.

Dicas para o wake&bake

Para o melhor aproveitamento da rotina de acordar e fumar um, algumas dicas podem ajudar:

  • O wake&bake não está restrito à fumar maconha, você pode usar uma tintura, um comestível ou qualquer produto canábico que forneça os benefícios da erva para começar seu dia.
  • Planeje seu dia e entenda se você quer só relaxar ou ser produtivo. Se você for chapar antes do trabalho, o mais indicado são níveis de THC mais baixos, por exemplo.
  • Escolha qual atividade vai seguir seu wake&bake: ioga, exercício físico, assistir uma série, ler um livro… Isso ajudará você aproveitar melhor sua ”brisa” pela manhã e a fazer o que você se propôs.
  • Se escolher um café preto para acompanhar o baseado da manhã, saiba que a maconha e a cafeína podem intensificar o efeito um do outro.
  • Tente escolher strains com efeitos condizentes com seu dia, ou seja, se você vai acordar e chapar e seu dia precisa ser produtivo, escolha strains que aumentam o foco e a produtividade. Se for um final de semana e você só quer relaxar, escolha strains que proporcionem esse efeito para o wake&bake.

Você pode encontrar sugestões de variedades canábicas para o wake&bake aqui.

Já tem uma strain aí na sua casa? Consulte o Guia de Strains do Who is Happy para saber quais efeitos esperar e as propriedades dessa variedade.

Fonte: The Cannigma

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.