Um dos estereótipos mais comuns da maconha é @ [email protected] preguiç[email protected] Mas, na verdade, a cannabis pode ajudar a aumentar a produtividade e concentração, dependendo das circunstâncias.

Historicamente, a maconha tem sido associada à falta de motivação. Mas, conforme os estigmas foram sendo quebrados, observou-se que a cannabis pode, na verdade, ser uma aliada para quem precisa aumentar a produtividade.

Apesar disso, no campo científico, ainda faltam pesquisas que comprovem a capacidade da maconha para melhorar a concentração e estimular a produtividade. O que sabemos hoje sobre essa relação é puramente empírico.

Usar maconha para concentração pode ter resultados positivos ou negativos. Isso vai depender muito de pessoa para pessoa e qual tipo de cannabis você está consumindo.

Por exemplo, existem certos efeitos causados pelo THC que podem atrapalhar a produtividade. Ao mesmo tempo, algumas strains mais balanceadas podem ajudar a concluir uma tarefa demorada de forma prazerosa e leve.

Algumas pessoas afirmam que algumas cepas podem ajudar a relaxar uma mente ansiosa, o que facilita o foco em outras coisas.

Como a cannabis pode ser uma boa aliada

O tipo de variedade de maconha que você escolher deve ter como alvo o que inibe sua capacidade de se concentrar.

A parte complicada é que há muitas razões pelas quais as pessoas têm dificuldade em se concentrar. Problemas de concentração podem ser causados ​​por “comprometimento cognitivo leve ou transtorno de humor, como depressão e ansiedade”, de acordo com a Harvard Medical School. Eles também podem vir de problemas comuns de estilo de vida “como estresse, fadiga, falta de sono, desidratação, dieta pouco saudável ou comportamento sedentário”.

Como existem tantos fatores diferentes envolvidos no motivo pelo qual as pessoas lutam para se concentrar, é difícil afirmar que a maconha vai resolver esse problema. Mas, como já mencionado, a erva pode ser uma boa aliada, principalmente se você quer realizar todas suas atividades de uma forma leve e mais tranquila.

Algumas strains são conhecidas por proporcionar energia, foco e criatividade:

  • Sour Diesel
  • Jack Herer
  • Green Crack
  • Chocolope
  • Super Silver Haze
  • Durban Poison
  • Lucile Blue
  • Sour Breath
  • Red Congolese

Se você precisar de mais motivação, desacelerar a mente ou, ao contrário, aumentar o fluxo de ideias, nada melhor do que testar qual variedade funciona melhor para você e em quais circunstâncias.

Maconha e atenção

Mais pesquisas devem ser conduzidas para determinar como a maconha melhora a concentração, mas já existem estudos sobre as contribuições da cannabis para o TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade).

Embora existam medicamentos como Ritalina para essa condição, a cannabis pode ser uma alternativa mais segura com menor risco de efeitos colaterais indesejados. Pacientes que usaram cannabis para tratar seus sintomas relataram que a planta (principalmente o CBD) ajudou com a agitação, irritabilidade e falta de controle.

Por isso, cepas mais equilibradas (com concentrações de THC e CBD proporcionais ou maiores concentrações de canabidiol) são melhores para ajudar no foco e a realizar as tarefas do dia, de forma leve e mais ”relax”.

Prensado para produtividade?

Sabemos que no Brasil, a maioria das pessoas consome prensado. E, muitas vezes, por ser mal armazenado e ”velho”, o prensado apresenta mais CBN (canabinol) do que THC. O canabinol produz aquela famosa sensação de preguiça e sono que sentimos quando fumamos a maconha prensada.

Além disso, para algumas pessoas, o prensado pode desencadear sensações desconfortáveis, como mente acelerada. Portanto, pode ser um pouco mais difícil se tornar [email protected] e [email protected] com esse tipo de maconha.

Porém, é possível cumprir todas as atividades do dia depois de consumir o pren.

Uma dica é: consuma pouco prensado se você tiver muito para fazer durante o seu dia, e faça uma lista com todas as suas atividades. Tenha em mente que você vai estar [email protected], mas precisa cumprir todos os compromissos da lista.

Agora, se você já estiver acostumado com a rotina de fumar um e realizar todas suas atividades, isso é ótimo, já que a erva ajuda a levar o dia mais leve.

Pontos de atenção

É importante lembrar que existe o uso problemático da cannabis, quando você se torna dependente do consumo, e esse uso recorrente passa a afetar, negativamente, áreas da sua vida como família, relacionamentos, trabalho.

Preste sempre atenção no seu consumo e entenda até que ponto a maconha está contribuindo para sua rotina ou atrapalhando. Para aproveitar todos os potenciais da planta, auto-conhecimento é fundamental.

Além disso, outro ponto de atenção é: não é recomendado o uso da maconha para menores de idade, nem para produtividade, nem para foco, nem para criatividade (ou qualquer outra finalidade). Já foi comprovado que o consumo entre adolescentes pode trazer diversos problemas cognitivos, na verdade.

A não ser que você seja adolescente e esteja fazendo uso terapêutico, com acompanhamento médico, o consumo da maconha deve ser evitado.

Além disso, para quem tem TDAH, o uso da maconha para ajudar na condição deve ser feito com acompanhamento médico.

Por fim, vale ressaltar que se você já tem problemas com foco e concentração, a maconha não vai funcionar como uma ”cura”. Para quem está acostumado a consumir e quer integrar o uso saudável da planta à rotina, usando as dicas acima é possível que a cannabis seja uma aliada para produtividade.

Se quiser mais informações sobre strains que podem contribuir para o foco, atenção, produtividade e criatividade, confira o Guia de Strains do Who is Happy!

Fonte: The Fresh Toast

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.