Qualquer pessoa que consuma regularmente cannabis poderá desenvolver uma tolerância cada vez maior ao THC, o que faz com que se consuma maiores quantidades da erva para alcançar os mesmos efeitos sentidos com uma quantidade baixa.

Isso pode ser evitado fazendo pausas de tolerância – que são muito indicadas para qualquer consumidor regular da planta.

O que é tolerância à cannabis

A tolerância é quando o corpo se torna resistente aos efeitos de uma substância que é consumida regularmente. Com o consumo repetido, é necessária maiores doses para alcançar o efeito original desejado

Portanto, a tolerância à cannabis se desenvolve quando você a usa regularmente.

O tetrahidrocanabinol interage com os receptores canabinóides tipo 1 (CB1) no cérebro. Se você ingerir THC com frequência, seus receptores CB1 serão reduzidos ao longo do tempo.

Isso significa que a mesma quantidade de THC não afetará os receptores CB1 da mesma maneira, resultando em efeitos reduzidos.

Embora a tolerância aumente com o uso regular contínuo, não existe um resultado conclusivo sobre quanto tempo leva para se desenvolver, principalmente porque a tolerância depende de uma série de fatores, como:

  • com que frequência você usa maconha
  • quão forte é a cannabis
  • seu organismo

Mas se você perceber que precisa aumentar a quantidade de cannabis que está usando para sentir os efeitos, provavelmente você desenvolveu uma tolerância.

Isso é ruim?

Não necessariamente.

Muitos pacientes usam o benefícios terapêuticos do THC (para alívio da dor, por exemplo), mas têm dificuldades em lidar com os efeitos colaterais desse canabinóide (como ficar muito [email protected]).

Dessa forma, a tolerância acaba sendo uma aliada para obter os benefícios medicinais do tetrahidrocanabinol, com menores efeitos psicoativos.

Claro que esse uso precisa ser feito com acompanhamento médico, principalmente porque não são todas as pessoas que conseguem lidar muito bem com o tetrahidrocanabinol.

Mas esse é um exemplo de quando a tolerância pode funcionar como algo positivo.

”T-break”

Porém, para algumas pessoas a tolerância acaba gerando efeitos negativos e pode ser necessário um intervalo no consumo para acabar com isso.

Fazer uma pausa na tolerância (o ”tolerance break” ou apenas ”t-break”) aumenta a eficácia da cannabis no corpo. Isso significa que você vai voltar a sentir efeitos potentes com menores quantidades de maconha, o que significa menos dinheiro gasto (um fator extremamente positivo).

Além disso, o THC ativa os receptores CB1 em um sistema de recompensa no cérebro, o que desencadeia respostas neurológicas que aumentam a probabilidade de uma pessoa usar cannabis novamente.

Qualquer coisa que crie a sensação de recompensa pode ser abusada. O consumo regular pode aumentar o risco de desenvolver transtorno por uso de cannabis ou uso problemático, e síndrome de hiperêmese canabinóide.

Uma quebra de tolerância mitiga o risco de desenvolver esses distúrbios, interrompendo a dependência física do corpo do THC.

Como fazer

Para fazer o ”t-break” é necessário ficar um tempo sem consumir maconha. Assim, os receptores CB1 podem se recuperar com o tempo e retornar aos níveis anteriores.

A duração dessa pausa depende muito de pessoa para pessoa. Não existem dados conclusivos sobre quanto tempo leva para os receptores CB1 se recuperarem, então você tem que testar.

Algumas pessoas acham que alguns dias resolvem o problema. Muitas costumam usar o período de duas semanas para resolver a tolerância.

Os usuários crônicos de cannabis podem experimentar alguns sintomas de abstinência ao tentar uma quebra de tolerância. Mas nada muito grave: os sintomas podem incluir irritabilidade, diminuição do apetite, mudança de humor, ansiedade, insônia.

Esses efeitos colaterais são mais prováveis de ocorrer em consumidores altamente ”dependentes”, mas os sintomas de abstinência da cannabis são geralmente leves e não perturbadores (não tente comparar com a abstinência de outras substâncias).

Com que frequência fazer o ”t-break”

Mais uma vez: depende. Você terá que observar quando está desenvolvendo a tolerância e fazer a pausa.

Alguns especialistas sugerem que fazer uma pausa de 48 horas a cada 30 dias é uma boa estratégia para gerenciar a tolerância e prevenir o ”uso problemático”.

Se você está usando cannabis para gerenciar uma condição crônica de saúde ou simplesmente gosta de tê-la como parte de sua rotina regular, existem outras formas de monitorar e gerenciar sua ingestão para manter seu sistema endocanabinóide funcionando da melhor maneira possível:

  • Se possível, tente usar strains com maior concentração de CBD e menor concentração de THC
  • Se não puder realizar o ”t-break”, tente usar o mínimo de maconha necessário para se sentir confortável durante um tempo (aí você não precisará parar completamente por um tempo)
  • Se possível, use cannabis com menos frequência (tente não consumir todos os dias). Isso pode ajudar a redefinir sua tolerância.

Você já tentou fazer um intervalo de tolerância? Como foi?

No app do Who is Happy você pode ter total controle sobre o seu consumo de maconha!

No seu perfil do app, acompanhe seu período de consumo, quais strains você consumiu, método de consumo, efeitos e, caso resolva fazer um ”t-break”, tenha acesso a informações do intervalo.

Fonte: Healthline

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.