A maconha une as pessoas. Mas nem para todo mundo é fácil encontrar [email protected] que consumam a erva, principalmente se você é [email protected] em algum lugar.

friends
(Imagem: Bewakoof.com Official | Unsplash)

Amantes da erva, geralmente, são pessoas muito sociáveis. Afinal, pode ser muito mais divertido fumar com [email protected] numa session do que [email protected]

Sabemos que a maioria das pessoas já têm [email protected] que são simpatizantes da erva, já que pessoas com os mesmos interesses tendem a se aproximar.

Mas, em alguns casos, buscar amizades que também gostem de maconha pode não ser uma tarefa tão simples, principalmente pelo fato de ser algo proibido e ainda visto com moralismo (principalmente no Brasil). O que faz com que as pessoas não saiam explanando o consumo de cannabis.

Quando você muda de cidade, estado ou país; ou viaja para algum lugar novo; ou até mesmo só está buscando ampliar o círculo de amizades, existem algumas dicas para se conectar rapidamente com outros amantes da erva!

1. Descubra lugares weed-friendly

Se você estiver em um lugar onde a ganja é legalizada, busque por eventos relacionados à erva, vá em headshops, smoke shops ou dispensários (se for o caso). Esses lugares estarão repletos de cannabistas, será fácil de se conectar!

[email protected] geralmente são muito amigáveis, especialmente quando encontram [email protected] simpatizante da planta.

Mas se você está no Brasil, por exemplo, tente buscar por parques, praias, shows ou outros eventos, onde o consumo da maconha é comum.

Porém, atenção: é importante lembrar que a cannabis ainda é ilegal no Brasil, portanto o consumo e porte são crimes. Mas não vamos ser hipócritas, sabemos que isso acontece, portanto, não custa lembrar que cuidado nunca é demais.

O aplicativo do Who is Happy mostra uma fumaça verde nos locais onde as pessoas já ”legalizaram”. Na opção anônima, não é possível identificar a pessoa. E em nenhuma das duas opções (público ou anônimo) é mostrado o endereço preciso. A localização tem um raio de 3km de precisão.

Mas se a fumaça estiver em uma região que tem um parque ou uma praia, por exemplo, fica fácil saber que têm pessoas fumando um baseado por ali. Pode ser uma boa para encontrar cannabistas!

2. Peça um isqueiro emprestado

Chegou em locais weed-friendly mas não sabe como começar uma conversa? Peça um isqueiro.

Ou até mesmo se você estiver em alguma festa, show, evento ou local que você não tem certeza se há [email protected], você também pode tentar achar alguém para pedir um isqueiro emprestado. É uma boa para descobrir se a pessoa consome maconha.

Comece a conversa com: ”o que você costuma fumar?”. A pessoa pode responder tabaco ou cigarro ou cannabis. Daí você já vai descobrir se é cannabista ou não. E supondo que a pessoa não fale maconha, você pode dar pistas que você consome e, quem sabe, eventualmente, ela também diga que gosta.

3. Use roupas ou acessórios que façam referência à maconha

Uma maneira de ser notado rapidamente por [email protected] [email protected] é usar roupas com tema de cannabis ou até mesmo acessórios, como bonés, brincos, colares. Não precisa ter, necessariamente, a imagem da erva. Pode ser algo relacionado à cultura, como uma camiseta do Bob Marley, por exemplo.

Provavelmente, quando você estiver em um lugar público com vestuários assim, cannabistas vão se aproximar de você e podem começar uma conversa.

4. Use redes sociais

O Instagram pode ser a rede social mais popular para se conectar com novas pessoas, mas não é todo mundo que gosta ou pode expor coisas relacionados à maconha no Instagram, por dois motivos principais: 1. geralmente as pessoas têm família ou colegas do trabalho nessa rede, e não pode postar nada que faça referência à planta. 2. o Instagram costuma barrar conteúdos relativos à erva.

Mas o Who is Happy existe como solução para esse problema: ele é uma rede social feita para conectar apaixonados pela ganja.

No app, você pode compartilhar o que está fumando, quando e onde (no modo público ou anônimo), e pode conversar com outros cannabistas ao redor do mundo!

O chat é criptografado, então ninguém tem acesso a suas conversas.

O Who is Happy pode ser a melhor forma de se conectar com outros cannabistas e fazer novas amizades que gostem da planta.

5. Converse

Simples assim. Comece a falar sobre temas relacionados à erva com pessoas que você acabou de conhecer, pode ser algum assunto sobre os potenciais medicinais da planta ou os benefícios da fibra de cânhamo.

Com essa conversa, você já vai conseguir sentir se a pessoa simpatiza com a ganja ou não. Se sim, então você acaba de se conectar com um cannabista. A partir dessa primeira conversa, você já pode convidar a pessoa para fumar um.

Caso a pessoa não seja simpatizante da erva, pelo menos valeu a tentativa!

Outra dica relacionado à conversa é: se conecte com [email protected] de [email protected], amplie sua ”rede”.

Supondo que você está se mudando ou vá viajar, pode ser interessante perguntar aos seus [email protected] próximos se [email protected] conhecem [email protected] no lugar onde você estará. Provavelmente, algum de seus amigos tem contatos com outros cannabistas em outras partes do país ou do mundo.

Tem alguma dica para fazer amizades cannábicas? Compartilha nos comentários.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.