Aquela frase ”é errando que se aprende” se aplica bem ao plantio de cannabis. 

Alguns erros são bem comuns de acontecer no grow e até mesmo os cultivadores profissionais já passaram por isso até alcançar a maestria. 

Veja algumas dicas para tentar evitá-los e obter o melhor do seu cultivo.

home-grown

As primeiras tentativas de cultivo nada mais são do que o caminho para o aperfeiçoamento.

Embora errar possa ser frustrante, isso vai te garantir experiência.

Porém, aprender sobre esses erros com antecedência pode ser de grande ajuda!

1. ”Afogar” a planta com muita água

A maconha precisa ser regada com certa frequência, mas é preciso controlar a quantidade. 

As raízes precisam de água em intervalos regulares (uma vez por dia é o mais indicado, mas dependendo do clima, pode variar), mas também precisam de oxigênio. Se houver muita água entupindo o solo, suas raízes não serão bem oxigenadas, levando a pouco crescimento (ou pior: podendo ocasionar a morte das plantas). 

Como evitar

A técnica padrão para verificar as necessidades de água de uma planta é enfiar o dedo no solo. Apenas regue suas plantas se estiver seco. 

Alguns cultivadores recomendam usar um medidor de água para medir o teor de umidade do solo. Você pode comparar as leituras deste dispositivo com a sensação do solo para entender quando regar suas plantas.

Também é essencial verificar a bandeja do seu vaso. Sempre esvazie qualquer água parada e tenha cuidado se parecer que seu solo está constantemente encharcado. 

2. Excesso de nutrientes

Assim como o excesso de água, muitos novos produtores acreditam que mais nutrientes produzirão melhores resultados. 

Iniciantes também acham que muitos nutrientes não podem fazer mal, pensando que a cannabis vai absorver apenas o que precisa. 

Mas, na verdade, nutrientes demais podem fazer muito mal para a planta. 

Quando você tem muito nutriente em seu meio de cultivo, você interrompe o delicado equilíbrio de produtos químicos que as plantas podem absorver. Isso faz com que alguns nutrientes fiquem “bloqueados” à medida que competem com outros produtos químicos. 

Se isso acontecer, você vai notar que as folhas ficam marrons nas pontas e começam a enrolar.

Como evitar

O cultivo orgânico de cannabis pode ser a solução. 

Nutrientes orgânicos vêm da compostagem de matéria orgânica e outros minerais refinados no solo, o adubo natural.

Eles são liberados lentamente no solo quando colocados na sua planta de maconha e não estão prontamente disponíveis para a planta absorver em excesso. 

Também podem ser necessários alguns outros nutrientes naturais para alimentar sua planta. O mais importante aqui é observar seu desenvolvimento. 

Se você notar sinais de excesso de nutrientes (observe pelas folhas), você deve parar de colocá-los e ”lavar” suas plantas (fazer o flush). 

Depois que suas plantas parecem ter se recuperado, você pode adicionar os nutrientes novamente. No entanto, você deve adicionar apenas um terço ou metade da dose que você deu anteriormente às suas plantas.

3. Colher muito cedo

A tentação de colher antes da hora é sempre muito grande. 

Olhar para os buds dia após dia pode parecer torturante, mas a paciência é crucial antes de pegar a tesoura. 

Se você colher seus botões muito cedo, eles podem não atingir a potência que você está procurando. 

Se você está cultivando flores com CBD ou THC, você precisa esperar que a maioria dos tricomas mude de transparente para branco. É lá que estão os canabinóides. 

Como evitar

A melhor maneira de garantir a colheita no momento certo é usar uma lupa de joalheiro 30x. Esta ferramenta será útil quando você observar os buds da sua planta em busca dos tricomas. 

Alguns cultivadores preferem esperar ainda mais e colher um pouco depois do que o recomendado.

Embora esses buds ”tardios” possam ter mais CBN do que THC, eles tendem a ter maiores concentrações de canabinóides do que os primeiros. 

Tenha isso em mente ao optar por esperar um pouco a mais. 

maconha

Qual erro você já cometeu no seu cultivo?

Se quiser aprender tudo sobre grow, conheça o curso ”Cultivo Orgânico” do Ganja Talks University. 

Os especialistas Josh e Kelly, da Dragonfly Earth Medicine ensinam o passo a passo do cultivo de maconha feito de forma orgânica!

Fonte: The Cannigma

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.