Todos nós temos medo de alguma coisa.

Esses medos podem se tornar persistentes e causar sensações negativas, como ansiedade, sensação de terror e pânico, transformando-se em fobias.

A boa notícia é que a ciência vem investigando o potencial da cannabis em combater esses medos.

Esse medo irracional acaba atrapalhando a vida de quem sofre com a fobia. E, na maioria das vezes, essas pessoas estão dispostas a fazer qualquer coisa para se livrar desse pavor constante, seja claustrofobia, aracnofobia ou agorafobia (para citar apenas as mais comuns).

Segundo a Organização Mundial da Saúde, a fobia é caracterizada como uma questão de saúde mental e ligada diretamente com a ansiedade.

Nesse cenário, pesquisadores têm investigado como a cannabis pode ajudar esse medo irracional. Um conjunto de evidências surgiu nos últimos anos sugerindo que a maconha, ou pelo menos alguns de seus compostos, pode ajudar as pessoas com certos tipos de fobias a ter menos medo.

THC contra a fobia

Um estudo da Universidade de Michigan, publicado na Revista Neuropsychology, descobriu que o tetrahidrocanabinol (THC) pode fornecer aos pacientes com fobia uma ”porta de saída” para escapar da terrível ansiedade que vem com essa condição.

Os pesquisadores descobriram que esse canabinóide permitiu que alguns pacientes trabalhassem com seus medos e os superassem.

O estudo, que envolveu cerca de 30 pessoas, usou um paradigma pavloviano de extinção do medo e gravação simultânea da resposta da condutância da pele enquanto dosava pacientes com uma versão sintética do THC chamada dronabinol.

Dentre os resultados observados, os pesquisadores apontaram que as pessoas sob a influência do THC mostraram menos medo ao longo do tempo. “Esses resultados fornecem a primeira evidência de que o aprimoramento farmacológico do aprendizado de extinção é viável em humanos usando moduladores do sistema canabinóide, o que pode garantir um maior desenvolvimento e testes clínicos”, escreveram os autores do estudo.

Canabidiol no tratamento dos medos

Outro estudo, publicado na Frontiers of Pharmacology, mostra que o canabidiol (CBD) também é benéfico no tratamento de fobias específicas.

O estudo, liderado por Chenchen Song, da Universidade de Birmingham, mostra que injeções de 10 mg de CBD foram capazes de reduzir a memória do medo em ratos.

Claro que, provavelmente, esses animais não têm medo de voar ou de altura, mas os pesquisadores afirmam que o componente da cannabis os tornou menos temerosos de serem comidos vivos por predadores. É a mesma razão pela qual o composto se mostrou eficaz no tratamento de pessoas com transtorno de estresse pós-traumático (TEPT).

Essencialmente, algumas fobias, assim como o TEPT, se manifestam após uma situação angustiante. A essência da pesquisa é que o CBD, o composto mais famoso da maconha para lidar com a ansiedade, foi eficaz em impedir que esse medo viesse à tona.

“O CBD inibiu agudamente a expressão do medo e melhorou a extinção para produzir reduções mais duradouras no medo”, diz o estudo. “Essas observações fornecem suporte adicional para o potencial uso translacional do CBD em condições como transtorno de estresse pós-traumático e fobias específicas”.

É possível, considerando esse conjunto de evidências, que os pacientes com fobia possam lidar com seus medos com o uso de maconha e acompanhamento médico, de terapeutas ou psiquiatras.

Tradicionalmente, essas condições são tratadas com a prescrição de betabloqueadores, antidepressivos e tranqüilizantes, mas essas drogas podem trazer efeitos adversos indesejados.

É claro que não dá para assumir que a maconha, automaticamente, vai acabar com seus medos irracionais. Como mencionado, ela pode auxiliar no tratamento das fobias, que são realizados com acompanhamento de profissionais.

A parte mais incrível dessas descobertas é que os canabinóides, mais uma vez, apresentam um potencial de tratamento que pode ser superior aos medicamentos tradicionais, principalmente pelo fato da erva não apresentar efeitos adversos como as drogas farmacológicas mencionadas.

Além disso, algumas variedades de maconha, como Somari, Super Skunk Auto e Bigfoot, são recomendadas para acalmar a ansiedade, inclusive quando se origina das fobias. Reiterando, mais uma vez, que o ideal é fazer uso dessas strains com acompanhamento médico para tratar o medo irracional, porque, em alguns casos, a maconha pode acentuar o quadro de ansiedade.

E você, tem alguma fobia?

Fonte: Cannabis Now

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.