Para quem acha que a cannabis pode ser um obstáculo na rotina fitness, a ciência prova o contrário.

O estigma em relação à cannabis está começando a mudar, conforme mais países legalizam a planta.

Hoje, muitos atletas profissionais e ”gurus fitness” defendem os benefícios da erva para a rotina de treinos.

E, de fato, alguns estudos parecem mostrar que a maconha pode auxiliar nos exercícios físicos. Veja 4 benefícios de incorporar a cannabis na sua vida fitness:

1. Minimiza a dor e a inflamação

Uma das aplicações mais promissoras da cannabis é para reduzir a inflamação das articulações e dos músculos (ocasionadas por uma série de fatores). Estudos já mostraram que o CBD tem propriedades anti-inflamatórias.

Junto a isso, a cannabis também é conhecida por aliviar dores no corpo, inclusive dores decorrentes de exercício físico, sendo eficaz na diminuição da dor aguda, dor causada por músculos torcidos e dor crônica.

O CBD também pode reduzir a dor muscular, através do sistema endocanabinóide, interagindo com neurotransmissores no sistema nervoso e reduzindo a inflamação.

Assim, produtos com canabidiol são ótimos para recuperação pós-treino.

(Imagem: reprodução CBD Sports)

2. Pode aumentar a vontade de se exercitar

Apesar de muitas pessoas ficarem com preguiça e com vontade de fazer nada depois de consumir maconha, um estudo mostrou que, na verdade, a erva pode aumentar a vontade de fazer exercício.

Os pesquisadores entrevistaram 600 usuários adultos que fumam maconha e vivem em estados dos Estados Unidos.

Segundo os resultados,

  • mais de 50% dos usuários de cannabis disseram que a erva os motivam a se exercitar
  • cerca de 80% dos entrevistados também afirmaram que fumam antes ou depois de se exercitar
  • 70% relataram que o uso de maconha aumentava seu prazer durante os treinos
  • quase 80% sentiam que a erva melhorava sua recuperação pós-treino
  • apenas cerca de 35% consideraram que ela realmente melhorava seu desempenho nos exercícios

Segundo a coautora do estudo Arielle Gillman, “há evidências que sugerem que certos canabinóides amortecem a percepção da dor, e também sabemos que os receptores ligados à cannabis no cérebro são muito semelhantes aos receptores que são ativados naturalmente durante a atividade física”.

3. Pode contribuir para uma vida mais saudável

Primeiro, a cannabis pode ajudar com estresse, ansiedade e a ter um sono melhor (claro que pode variar para cada um, mas, de maneira geral, a erva pode ajudar com essas questões, sobretudo o canabidiol).

Ao lidar com o estresse, ansiedade e uma boa noite de sono, a maconha pode ajudar a alinhar a rotina com os exercícios físicos.

A erva pode ajudar o psicológico, aumentando o foco nos exercícios, reduzindo a ansiedade e relaxando.

Além disso, o equilíbrio do sistema endocanabinóide é fundamental para manter tudo funcionando perfeitamente no nosso organismo.

(Imagem: reprodução Bustle)

4. Ajuda no bom funcionamento do metabolismo

Acredita-se que alguns canabinóides, como tetrahidrocanabivarina (THCV) e o CBD atuam bloqueando o receptor CB1, suprimindo o apetite, o que é ótimo para quem quer perder peso.

Além disso, esses canabinóides podem ajudar a regular o metabolismo.

Quer mais uma vantagem?

Um estudo mostrou que o CBD pode transformar gordura ruim (branca) em gordura boa (marrom). Enquanto a gordura branca é responsável pelo aumento dos riscos de doenças crônicas como diabetes, a gordura marrom, uma forma metabolicamente ativa de gordura, pode queimar energia e gerar calor. Isso significa que pode queimar calorias.

O CBD não apenas pode ajudar na conversão de células de gordura branca nocivas em células de gordura marrom, mas também pode estimular o corpo a quebrar essas gorduras com eficiência. Com isso, o CBD pode ser uma terapia promissora para a prevenção da obesidade, embora sejam necessários mais estudos clínicos.

(Imagem: reprodução High Times)

Você costuma usar a maconha como uma aliada na sua rotina de exercícios?

Fonte: The Fresh Toast

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.