Para a alegria [email protected] [email protected], é possível criar receitas com a erva sem nada de origem animal.

A maconha é lipossolúvel, ou seja, os canabinóides se ligam à gordura. Portanto, na culinária canábica, geralmente, se utiliza manteiga ou leite para fazer as receitas infundidas com a erva. 

Além disso, as receitas mais famosas com cannabis – como o ”brisadeiro”, ”brownie mágico” ou ”cookies espaciais” – costumam ser feitas com as gorduras de origem animal (a manteiga e o leite) infundidas com maconha. 

Porém, existem outros meios de infundir a erva sem utilizar nada de origem animal e, assim, fazer receitas canábicas veganas.

Para começar a mágica na cozinha, primeiro é necessário descarboxilar a maconha.

Preparando a cannabis

Uma dica bônus para quem vai usar prensado é lavá-lo antes de descarboxilar!

Esquente a água (uma quantidade suficiente para cobrir a maconha), desligue o fogo quando começar a ferver, jogue seu prensado na água (nem precisa dichavar, ele vai se soltar sozinho na água quente), deixe por uns 10 minutos na água quente, escorra com uma peneira e coloque para secar. 

Quem for usar flor, é só ir direto para a etapa de descarboxilação. 

A descarboxilação é importante para transformar o THCA – presente na planta – em THC, o principal ”ingrediente”.  

Para descarboxilar sua maconha: 

  • coloque-a em uma forma (já dichavada, preferencialmente)
  • Coloque a forma no forno na temperatura mínima
  • Deixe descarboxilar de 30 a 45 minutos, aproximadamente

Com sua matéria prima pronta, o próximo passo é infundi-la na gordura vegetal. 

Infusão

Essa é a parte mais importante da culinária canábica: infundir a maconha (já descarboxilada) na gordura – nesse caso, vegetal. 

Para essa etapa, você pode escolher a gordura que preferir (dependendo da receita que for fazer): mas dá para usar óleo de coco, manteiga vegana e até mesmo leite de origem vegetal.

Coloque em banho maria seu ”veículo” para a infusão (o óleo/gordura escolhida) junto com a maconha descarboxilada.

As quantidades vão variar de acordo com a potência que você espera da sua receita (e da tolerância que você tem para comestíveis de maconha, que tendem a ser bem mais fortes do que os métodos de vaporização). 

Por exemplo, se você usar em torno de 10 gramas de maconha, você pode infundi-la com 250 gramas de manteiga vegana. Essa proporção vai garantir uma boa brisa na sua receita (mais uma vez, tudo depende da sua tolerância). 

Lembrando que se você usar flor, a potência vai ser maior do que o prensado.

Deixe a infusão em banho maria (no fogo baixo) por umas 2 horas (no mínimo). Se você for usar leite vegetal, deixe menos tempo, de 30 a 45 minutos, é importante não deixar o leite ferver e coalhar.

Depois, passe a mistura por uma peneira para separar a maconha da manteiga/óleo/leite infundido. 

Coloque sua infusão em um recipiente fechado e refrigere (na geladeira é o mais recomendado, mas se você estiver com pressa para fazer a receita, pode colocar no freezer,  para a infusão ficar consistente mais rápido). 

Com sua infusão pronta, você pode escolher a receita que preferir!

Que tal as clássicas?

Dá para fazer brownie, cookies ou brigadeiro (que dá até para usar como cobertura em bolos ou cupcakes) usando sua infusão canábica vegana e ingredientes sem nada de origem animal!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.