Manter um controle do seu consumo de maconha, além de quais strains você experimentou e como se sentiu, pode ser uma boa.

(Imagem: Jeff W | Unsplash)

É muito comum experimentarmos novas strains e depois esquecermos quais foram as sensações que proporcionaram, qual era o aroma e sabor.

Aqui no Brasil, principalmente, por falta de um mercado regulado, muitas vezes compramos uma variedade e, na verdade, é outra. 

Pensando nisso, para quem gosta de conhecer diferentes cepas, pode ser interessante manter um diário com informações sobre as strains consumidas. 

Quando você mantém um diário sobre seu consumo de maconha, você consegue entender o que você gosta ou não gosta e – mais importante – entender como se sente com cada variedade, quais horas você prefere consumir durante seu dia e em quais momentos do ano você mais usou cannabis, por exemplo. 

(Imagem: Thought Catalog | Unsplash)

Para pacientes que usam a erva para cuidar de diferentes sintomas, um diário canábico pode ser especialmente importante.

Nesses casos, vale prestar muita atenção à quantidade de maconha consumida, as horas de consumo, o método de ingestão e como se sentiu. 

Você também pode acompanhar com que frequência está fumando, vaporizando ou comendo edibles. Se você está tentando reduzir um pouco ou apenas quer realmente ter uma ideia de quando e com que frequência você está consumindo cannabis, anotar seus hábitos pode ser útil.

Assim, você pode usar seu diário canábico para ajudar a descobrir, lembrar e controlar suas preferências, experiências e uso. O diário também pode ajudar a descobrir padrões úteis para melhorar alguns sintomas, evitar produtos que você não gosta ou não acha eficaz ou até mesmo descobrir quando é o melhor horário de consumo para você. 

Dicas para criar seu diário canábico

No aplicativo do Who is Happy é possível acompanhar seu consumo de maconha, strains consumidas e locais que você já ”legalizou”. 

(Imagem: reprodução Dinafem)

Sempre que você for consumir maconha, faça seu check in no app: 

  • Selecione o modo privado ou público – os dois vão criar um registro do seu consumo pessoal que só você terá acesso, a diferença é que no modo privado, seu perfil não vai aparecer para os demais usuários no mapa
  • Selecione a strain que você está consumindo no momento do check in
  • Compartilhe qual o método de consumo ou como você está se sentindo
  • Se quiser, compartilhe o local em que está consumindo

Na parte do seu perfil, dentro do app, você terá as informações do seu diário canábico pessoal, onde você terá um controle do seu consumo mensal e diário, bem como das strains que você já experimentou. 

Baixe o app, faça seu check in e acompanhe seu diário canábico! 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.