A cannabis nas relações a dois pode ser uma grande aliada do prazer. Afinal, as possibilidades de uso aliadas aos efeitos, fazem da maconha, além de terapêutica e medicinal, uma espécie de afrodisíaco natural.

Nessa onda, o mercado verde explora o universo do prazer, e com estudos, produtos e até strains geneticamente potencializadas para oferecer maior satisfação sexual, fica difícil mensurar o limite dessa fusão.

Muitas pessoas relatam orgasmos mais duradouros quando chapadas. Outras, pontuam como benefício do sexo canábico, o aumento do desejo. E para comprovar que essa possibilidade é legítima, um estudo do Journal of Sexual Medicine descobriu que americanos que usaram maconha no último ano fizeram 20% mais sexo. Apesar de não ficar claro nesse estudo se era a maconha que estava causando um maior desejo sexual, os participantes da pesquisa relataram maior desejo depois de usar maconha.

Contudo, enquanto alguns sentem efeitos positivos e notam melhora no desejo, desempenho e satisfação sexual, outros pacientes observaram que a cannabis os deixava com sono ou menos concentrados, ou ainda, não provocavam efeito em sua experiência sexual.

O fato de que a cannabis pode ter um impacto positivo ou negativo na sexualidade é conhecido há décadas, senão séculos, e representa a particularidade de cada organismo, com níveis de sensibilidade únicos.

STRAINS AFRODISÍACAS
Já que para muitas pessoas fumar maconha antes do sexo diminui a inibição e pertime uma comunicação mais aberta e segura com seu parceiro sexual, mesmo com poucos estudos constatátórios para entender exatamente como a maconha afeta o desejo sexual, resultados positivos foram relatados por consumidores que usaram cepas dominantes de indica com alto teor de THC para melhorar sua vida sexual.

EFEITOS NO ORGANISMO
Segundo Jordan Tishler, presidente do InhaleMD e da Association of Cannabis Specialists, o THC afeta a área do tálamo do cérebro, envolvida no desejo sexual. Outro fator determinante, são as reações nos vasos sanguíneos que controlam a excitação em homens e mulheres, provocadas pela testosterona.

O hormônio está presente em organismos de ambos os sexos (embora no corpo das mulheres em menor quantidade), e provoca sensações muito intensas nos usuários, tornando comum relatos que alegam que gozar chapado, é uma das experiências mais memoráveis da vida.

Para pessoas que passaram por algum tipo de trauma sexual, a cannabis pode colaborar para que se sintam confortáveis durante o sexo, e vale ressaltar também, que o relaxamento induzido pela maconha, tende a reduzir a ansiedade da performance.

LUBRIFICANTES CANÁBICOS 

Outra dica verde para colaborar com os momentos entre quatro paredes, é o uso de lubrificantes canábicos.

Com a maconha como principal componente, as centenas de canabinóides presentes na fórmula promovem efeito relaxante e estimulante ao serem absorvidos pela pele. Além disso, a cannabis é um afrodisíaco milenar, que ajuda a potencializar desejos e sensações, além de aflorar a sensibilidade.

O lubrificante de cannabis pode ser usado por qualquer pessoa, sendo recomendada a aplicação na vagina, clitóris e ânus. De absorção rápida, em poucos segundos já é possível sentir o efeito. Podem ocorrer situações de irritação cutânea, afinal, cada organismo reage de uma maneira muito particular às substâncias contidas nesses produtos.

No mercado não é difícil encontrar marcas que oferecem lubrificantes canábicos. A Linha Canábica da Bá, por exemplo, conta o Xapa-Xana. De origem 100% brasileira, o óleo vegano contém jambú, vaselina, óleo de coco e extrato vegetal de cannabis.

As meninas do Girls in Green também ensinam um passo a passo para descobrir os efeitos que o lubrificante de maconha pode ter no seu corpo, e ainda ensinam a receita!

Seja qual for sua preferência canábica ou sexual, não custa lembrar que não é não, e independente da sensação causada pelo consumo da cannabis e seus derivados, o consenso sexual é primordial em qualquer circunstância.

Respeita as mina, respeita o mano, respeita as mona e viva o prazer e a erva!

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.