Eu comecei a empreender no ramo da Cannabis após descobrir as propriedades terapêuticas da planta para o tratamento da epilepsia. Além disso, quando eu estava morando em Londres, sempre tive vontade de me conectar com a comunidade canábica. Sempre me perguntava: ”Quem mais pode estar consumindo cannabis agora mesmo?”

Como eu já tinha desenvolvido outro aplicativo, o Pergunter, tive a ideia de criar um app para unir consumidores de cannabis. Na época, diziam que eu seria preso por criar o Who is Happy, mas eu já sabia que existia um mercado gigante no qual o app teria importante participação. 

Nesse sentido, além de conectar consumidores de cannabis, vimos potencial em desenvolver soluções para o mercado canábico como um todo. Aqui no Brasil, focamos no mercado auxiliar, ou seja, nossa plataforma web ajuda tabacarias, head shops, grow shops e clínicas médicas de cannabis a divulgarem seu negócio.

Existe muita restrição para fazer divulgação desse tipo de business online e também não é permitida a venda nas grandes plataformas de entrega. Assim, entendemos que o Who is Happy tem o importante papel de facilitar e contribuir para que esses negócios se desenvolvam online. 

Em mercados canábicos mais maduros, a exemplo do Canadá e Estados Unidos, há também uma tendência grande de apps para delivery de cannabis e também pela procura por serviços e reviews de genéticas, produtos relacionados e estabelecimentos como dispensários, associações ou médicos especializados. Essa tendência está começando a florescer no Brasil e o Who is Happy surge como uma solução completa para atender o incipiente mercado canábico brasileiro. 

A plataforma web veio com esse intuito e novas funcionalidades estarão disponíveis em breve, visando continuar compartilhando felicidade tanto com os usuários, quanto com businesses e com a área medicinal!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.