Os Estados Unidos lidam há anos com uma grave crise de dependência de opioides e overdose associada ao seu consumo. Em 2016, só o estado de Illinois registrou 1.946 mortes por opioides, segundo dados provisórios compilados em novembro do ano passado pelo Departamento de Saúde Pública do estado. Um aumento drástico se comparado ao de 2013, onde foram registradas 1.072 mortes relacionadas, segundo a mesma agência.

O novo projeto de Don Harmon, senador de Illinois, pretende expandir o programa de cannabis medicinal no estado para combater tal crise. Desta forma, pessoas que receberam prescrição de opioides para tratar suas dores agora têm a oportunidade de obter um cartão de cannabis medicinal que permanecerá válido por 12 meses.

A nova legislação requer aos pacientes uma taxa de inscrição de 10 dólares ao programa, que permite a compra de cannabis em locais autorizados mediante a apresentação de uma prescrição médica, após a verificação de digitais e antecedentes. Profissionais de saúde poderão prescrever até 70 gramas de cannabis por paciente a cada duas semanas e após 90 dias o paciente volta ao médico para se re-certificar – sua elegibilidade dependerá de sua condição médica.

“Temos que fazer tudo para acabar com essa epidemia viciosa”, disse o governador Bruce Rauner ao assinar o projeto em agosto, segundo o Chicago Tribune. Artrite reumática, epilepsia e esclerose múltipla são algumas das 43 doenças para as quais o uso de cannabis é reconhecido como tratamento.

Saiba mais em:

High Times

Chicago Sun Times

Chicago Tribune

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.