Apesar de todo o cenário favorável dos últimos meses para a cannabis legalizada nos Estados Unidos, federalmente a planta continua ilegal. Muito por conta da relutância do DEA (Drug Enforcement Administration) em alterar o status legal da droga, o que facilitaria um caminho para a legalização plena.

Apesar de todas as pesquisas que vêm sendo apresentadas nos últimos anos em diversos campos, mas principalmente na medicina, as agências de segurança como o FBI e de política de drogas ainda mantém uma posição conservadora em relação à erva. Em agosto desse ano, o DEA reafirmou sua posição em relação à maconha, alegando que não há provas científicas dos valores medicinais, o que contrasta de maneira grosseira com todos os relatos de pacientes e tratamentos realizados com a cannabis até agora.

A postura conservadora do órgão não passou em branco e causou uma reação da sociedade civil. A ONG American For Safe Access, que realiza um trabalho sobre segurança e credibilidade de informações sobre cannabis, entrou com uma petição contra o DEA, citando pelo menos 25 violações do “Information Quality Act”, um tratado emitido pela casa branca que estipula guias para informações transparentes e confiáveis transmitidas pelas agências do governo.

Em face da situação atípica vivida pela agência, seus diretores alegam que a dificuldade de efetuar prisões envolvendo a cannabis tem aumentado, muito por conta da cobertura “leniente” da mídia. Mais ainda, por meio de um documento de mais de 200 páginas, os agentes alegam que a mídia vem divulgando “inverdades e informações caluniosas sobre a cannabis”.

Como se não bastasse, Donald Trump, que tomará posse da presidência americanana no mês que vem, nomeou o senador Tom Price, outro nome de peso da ala proibicionista do governo.

Ao que tudo indica, para bem ou para mal, 2017 será um ano de intensas mudanças e momentos-chave na política americana de drogas, porém prever um cenário mais ou menos favorável à cannabis é ainda muito complicado pela quantidade de variáveis que mexem essas alterações.

Fontes:http://hightimes.com/news/americans-for-safe-access-legally-challenge-dea-misinformation-about-pot/

http://hightimes.com/news/dea-blames-media-for-making-it-difficult-to-arrest-pot-offenders/

Imagens: marijuana.com/; merryjane.com/;

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.