A maconha é utilizada por seres humanos há séculos e ainda hoje existem lugares onde a economia local é totalmente baseada no cultivo da planta. O vilarejo de Malana, no Vale de Kullu, região indiana dos Himalaias é um dos lugares mais tradicionais quando o assunto é cannabis.

Situado no enclave das montanhas de tal modo que para se chegar até sua localização são necessários quatro dias de caminhada, Malana é um dos principais berços do charas. Tanta exclusividade cobra caro pela sobrevivência, e os moradores do vilarejo passam o ano coletando materiais como madeira e mantimentos para estocar durante o inverno rigoroso.

A cannabis entra na economia de vilarejos como Malana por ser uma das únicas plantas que rende colheita mesmo em condições geográficas e climáticas adversas. O vilarejo tem sua própria especiaria, o Malana Cream, que nada mais é do que ao haxixe produzido de forma artesanal. Durante o ano, a cannabis é cultivada e sua produção é vendida ou trocada pelo moradores por comida e outras ferramentas.

Em 1985, após ceder diante da pressão internacional, o governo indiano estipulou uma lei de drogas de acordo com os tratados internacionais da ONU, punindo a produção, venda, posse e consumo de charas em todo o país, o que gerou um grande problema para os pequenos vilarejos.

Maheshwar Singh, legislador da região de Malana e descendente da família real Kullu, afirma que “se olharmos os registros, veremos que tanto a cannabis, quanto o cânhamo sempre foram plantas multiuso para esse aldeões. Elas eram importantes fontes de renda e troca de bens para as famílias”. Com a legislação repressiva internacional porém, a cultura local foi desrespeitada e está ameaçada, visto que qualquer pessoa que trabalhe na produção do charas pode ser criminalizada.

Hoje em dia, os moradores desses vilarejos precisam esconder suas plantações para poder produzir o haxixe, que por muitos meses do ano, é a única fonte de renda, o que só mostra como as leis internacionais são ineficazes diante da cultura local e da necessidade de bens de consumo e renda desses aldeões.

http://www.independent.co.uk/news/world/asia/cannabis-marijuana-malana-where-is-a7454651.html

Imagens: mysterioushimachal.com/; http://www.bloomwellbend.com/; flickr.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.