Já não é novidade que o Uruguay é o país latino-americano mais avançado na questão das políticas públicas para as drogas. Com a aprovação da lei 19172 (Ley de Marijuana y Sus Derivados) a maconha e seu uso deixaram de ser punidos como crimes, e a erva passou a fazer parte legítima da sociedade.

Depois da aprovação da lei, o processo para obtenção de licença para plantar ficou extremamente desburocratizado e regulamentado. Foi criado o IRCCA (Instituto de Regulación y Control del Cannabis) onde o registro de cada cultivador fica armazenado, criando um sistema seguro que permite a fiscalização e a segurança tanto do cultivador, quanto dos usuários.

Os clubes de cannabis do Uruguay não estão autorizados a vender a maconha, somente fornecer para pacientes ou usuários recreativos. Por meio desta medida, o governo visa conter qualquer atividade de mercado paralela ao mercado estatal, único permitido segundo a lei.

Para conseguir uma licença, que é gratuita, a pessoa precisa comprovar residência no país, ser maior de idade e agir de acordo com as medidas de segurança propostas pelo decreto regulamentário 120/014 que dá conta das regras para o cultivo, além da regulamentação da venda de cannabis em farmácias.

No video a seguir, o grower Henrique Reichert, que tem um canal no youtube e desenvolve uma parceria bem legal com o Smoke Buddies, mostra como é simples o processo de obtenção dessa licença. O grower largou sua vida no Brasil, deixando amigos, família e faculdade para trás para seguir o seu sonho de viver a legalização no Uruguay.

Confira um pouco do que a legalização já está fazendo com os usuários e growers!

fonte: http://www.infodrogas.gub.uy/index.php?option=com_content&view=article&id=2122&catid=14&Itemid=59

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.